Distopias clássicas x Distopias adolescentes

11:00

Oi galera, o post de hoje é sobre distopias, que é um gênero literário contrário a utopia, onde os personagens vivem em constante opressão e  privação de direitos, o que muitas vezes nos faz refletir sobre nossa própria sociedade.
Atualmente as que mais fazem sucesso são os livros/filmes como Jogos Vorazes e Divergente, o que tem causado muitas criticas entre os que preferem as distopias clássicas.
A pouco tempo,assisti um vídeo da Tati Feltrin, em que ela questionava o fato das distopias adolescentes terem sempre um romance no meio e continuações, sendo sempre trilogias ou sagas, pensei um pouco sobre isso e resolvi escrever esse post.



Lendo 1984,do George Orwell, cheguei a uma conclusão do porque disso. 1984 é uma distopia adulta em que provavelmente eu não me identificaria ou não gostaria tanto como gostei agora, se tivesse lido a alguns anos atrás. Acho que a questão do romance acaba sendo importante para as pessoas que leem livros como Jogos Vorazes, pois a maioria são adolescentes,estudantes e generalizando um pouco,não tem  auto estima, ou seja ,não são auto suficientes e acham que precisam de alguém que os complete e os coloque num "pedestal", assim como ocorre nos livros. E este é um fato que é colocado em nossas cabeças,de uma maneira geral, todos os dias com coisas sobre "a metade da laranja" "a tampa da panela" e outros termos que nos fazem acreditar que somos incompletos.


Mas se engana quem diz que distopias adolescentes "passam a mão" em nossas cabeças, pois sentimos empatia  por cada personagem dessas narrativas que apesar de terem um final feliz em relação as clássicas, são tão pesadas quanto para nós.Além disso, evoluirmos com estas estórias (a evolução do mockingjay em Jogos Vorazes é um exemplo disso) ,nesta fase geralmente somos mais sensíveis e raramente acreditamos que podemos ser pessoas de opinião , e raramente lemos livros em que os personagens têm nossa idade e passam "pelas mesmas coisas" que nós.
Já nas distopias clássicas, não sei se isso seria possível,pois livros como Admirável Mundo Novo e 1984 (que eu amo),geralmente são narradas por um personagem masculino e mais velho, o que torna a aproximação adolescente um pouco mais difícil, mas é claro que nada impede um adolescente de ler uma distopia clássica, uma coisa não precisa necessariamente excluir a outra, eu por exemplo amo os dois gêneros,e,apesar de não ser necessária a divisão em trilogia na maioria dos casos, acho que este é um fato que está acima de nós,pois a grande interesse das editoras em venderem mais de um livro.
Enfim se você,assim como eu, é fã de distopias,deixe sua opinião nos comentários que vou adorar ler.

Se você gostou siga o blog e as redes sociais e não deixe de comentar e compartilhar.

You Might Also Like

0 comentários

Popular Posts

Curta a fanpage

Instagram Images