[Resenha] Trilogia Deuses de Dois Mundos + Vamos deixar de ser preconceituosos

11:04

Olá meus queridos(as) tudo bem? O post de hoje vai ser um pouco mais longo por se tratar da resenha de uma trilogia e uma discussão sobre um tema que pode ser considerado polêmico.
Bem, Deuses de Dois Mundos é escrito por PJ Pereira, publicitário, Brasileiro e paulista.


O primeiro livro,o Livro do Silêncio, nos apresenta o personagem central Newton Fernandes, um jornalista jovem e cheio de ambições que percebe ser diferente da maioria, com um dom além do que ele mesmo pode compreender. 
Do outro lado da estória, na África ancestral, temos Orunmilá, o maior adivinho de todos os tempos que não entende por que seus instrumentos se calaram, neste meio conhecemos Ogum, Xangô, Oxóssi e Oxum que se encaminham de ajudar a entender o por que deste ocorrido e em dado momento, as estórias de Newton e dos Orixás se encontram.
O segundo livro,o Livro da Traição, nos apresenta alguns personagens novos, que irão confundir a cabeça do personagem central,fazendo ficar entre dois grupos poderosos que podem tanto prejudicá-lo quanto ajudá-lo, neste momento o livro fica mais "pesado" e percebemos que o personagem central é na verdade um anti-herói e que através de sua estória, o autor busca também explorar assuntos atuais e comuns a todos.
Enquanto isso na Africa ancestral,o grande babalaô Orunmilá e seu grupo partem em busca dos Odus, pois este é o único modo de impedir que o controle do destino caia em mãos erradas.
O ultimo livro, o Livro da Morte, se passa anos depois do segundo, com Newton Fernandes mais velho, realizado em alguns sentidos e com sérios problemas em outros, tendo ajuda de Exu , que desde o primeiro livro o acompanha, mais uma vez o autor busca trazer temas atuais, falando inclusive da Copa e de corrupção.
Neste não temos mais a África ancestral, mas sim, o Aiê e Orum (ou seja céu e terra) , e enquanto Newton enfrente problemas no Aiê, o Orum está em guerra pois as deusas reivindicam o direito de conduzir o destino assim como os deuses.
Bem,como eu descrevi, a toda a trilogia é interessante não apenas por trazer lendas muito bem contadas e pesquisadas,mas também por tratar de assuntos atuais como fanatismo religioso, política e etc, pois é ,apesar do personagem principal ser muito chato é uma história que vale a pena.
Mas onde eu quero chegar com isso?
Bem,sendo breve com essa "aulinha de história", a partir da abolição da escravidão aqui no Brasil, o país passou por um processo de "embranquecimento",onde europeus vinham para cá trabalhar e tudo que pessoas negras faziam eram marginalizadas.A capoeira era proibida, assim como as religiões de matrizes africanas,sendo vistas como bruxaria e "endemonizadas" por muito tempo. O triste,é que até hoje,a sociedade de uma maneira geral enxerga as coisas dessa maneira e um conhecimento maior é extremamente importante para termos outro ponto de vista,talvez esses não sejam os melhores livros, mas pelo menos para mim, são um pontapé inicial para refletirmos sobre isso e outras coisas que essa trilogia trás.
Se você gostou Participe do site,siga as redes sociais e não deixe de comentar e compartilhar.

You Might Also Like

1 comentários

Popular Posts

Curta a fanpage

Instagram Images