Dia Internacional da Mulher e escritoras que admiro.

12:00

Olá minhas queridas e queridos, tudo bem?Hoje é Dia Internacional da mulher e é claro que eu não poderia deixar de indicar escritoras que valem muito a pena serem lidas.


Bem, vou começar com a autora mais pop desse blog que é a Chimamanda Adichie, escritora nigeriana vencedora do Anisfield-Wolf Book Award  e outros prêmios, ela é a autora de Meio Sol Amarelo (ver resenha aqui) , Sejamos Todos Feministas (clique aqui par ver) e Americanah (veja resenha aqui) além de tantos ouros livros que com certeza falarei aqui no blog.
Ela também têm palestrar muito legais como a Sejamos Todos Feminismo (que foi transformada num livrinho), O Perigo da História Única e outras cheias de pontos de vista interessantes.

Malala Yousafzai é uma ativista paquistanesa e vencedora mais jovem do prêmio Nobel da Paz,com apenas 17 anos.
Ela escreveu o livro "Eu Sou Malala" onde conta como sua luta começou , descrevendo como era seu país antes e depois d invasão dos talibãs e em como ela e sua família começaram a lutar contra aquele regime , defendendo o direito das meninas de estudar, ela provocou tanto o regime que foi ameaçada de morte e posteriormente atacada pelos próprios Talibãs dos quais utava contra. Ela foi atacada e quase morreu, o que só a fez ganhar mais voz perante a sociedade e hoje além de lutar pelo seu país,luta também por outros que estão sujeitos aos terroristas merecendo,inclusive, um documentário sobre sua vida e sua luta com o título de Malala.
Carolina de Jesus,é  autora que conheci mais recentemente mas que têm muita estória para contar, autora do livro Quarto de Despejo:Diário de uma Favelada, foi acusada defraude pela sociedade da época,que não acreditava que uma mulher de sua classe social pudesse escrever tão bem. 
Em seu livro, ela relata a vida na favela e podemos ter uma prévia disso neste trecho:“Eu denomino que a favela é o quarto de despejo de uma cidade. Nós, os pobres, somos os trastes velhos.”
Ela também escreveu poemas e contos e outros livros como "Pedaços de Fome " e "Provérbios" antes de sua morte em 1977.
Enfim,todas essas mulheres incríveis merecem ser lembradas e lidas,e a luta pela igualdade não pode parar.
Feliz Dia Internacional da mulher.
Se você gostou participe do site, siga as redes sociais e não deixe de comentar e compartilhar.

You Might Also Like

1 comentários

Popular Posts

Curta a fanpage

Instagram Images